• EN
Você está em: Início > Cursos > Mestrados > MDP

Didática do Português

Sigla: MDP
Grau: Mestrado
Início de Funcionamento: 2013/14
Coordenador: Maria Madalena T. V. L. D. Ferreira e Teixeira
:
Imagem da aplicação SIGARRA

Área científica: Ciências da Educação; Ciências da Educação - Didática da Língua e da Literatura; Formação Científica Geral; Língua e Literatura.

Diário da República, 2.ª série - N.º 43 - 1 de março de 2013


CURSO ACREDITADO (12-09-2012) pela Agência Nacional de Avaliação e Acreditação do Ensino superior (A3ES)

  • Adquirir um conhecimento avançado (teórico e metodológico), assim como realizar experiências práticas dos diversos âmbitos de investigação da didática da cultura, da literatura e do português (L1 e L2);
    aprofundar conhecimentos e a capacidade de compreensão e investigação sobre as condições de transmissibilidade de uma língua em contexto escolar e sobre a caracterização de contextos educativos na perspetiva da didática do português;
    aplicar os referidos conhecimentos e a capacidade de compreensão e investigação na resolução de problemas específicos da didática do Português;
    adquirir capacidade para integrar conhecimentos, lidar com questões complexas, desenvolver soluções / aplicações originais ou emitir juízos;
    ser capaz de comunicar conclusões, conhecimentos e raciocínios a elas subjacentes na área da Didática do Português, de uma forma clara e sem ambiguidades.
    Ressalta que está prevista a possibilidade de haver mestrandos a frequentar o curso inteiramente em e-learning, como pode ser o caso de educadores/docentes de língua portuguesa no estrangeiro. Estas situações deverão ser analisadas individualmente e autorizadas pelo coordenador de curso

  • de organização do ensino e de promoção das aprendizagens, no quadro dos paradigmas epistemológicos das áreas do conhecimento e de opções pedagógicas e didáticas no ensino das fundamentadas;
    de conceção e realização de projetos de investigação relacionados com o ensino, a aprendizagem e o desenvolvimento dos alunos;
    de produção de conhecimento pedagógico, articulando numa ótica de investigação e de e de profissionalização as contribuições teóricas e a reflexão sobre a experiência;
    de reflexão sobre as práticas, apoiada na experiência, na investigação e em outros recursos importantes para a avaliação do seu desenvolvimento profissional;
    de desenvolvimento de estratégias pedagógicas diferenciadas, conducentes ao sucesso e realização dos alunos no quadro sócio-cultural da diversidade das sociedades e da heterogeneidade dos sujeitos, mobilizando valores, saberes, experiências e outras componentes dos contextos e percursos pessoais, culturais e sociais dos próprios;
    de promoção de autonomia dos alunos e da sua plena inclusão na sociedade;
    de elaboração e realização de estudos e de projetos de intervenção integrados no seu contexto de trabalho;

  • Os titulares de um grau de licenciado ou equivalente, ou grau de mestre, com habilitação profissional para a educação pré-escolar (grupo 100), para o ensino no 1.º Ciclo (grupo 110) ou para o 2.º Ciclo (grupos 200, 210, 220) do ensino básico, no 3º Ciclo e Secundário (grupo 300).
    Os Candidatos habilitados profissionalmente para lecionar Português noutros níveis de ensino, mas com experiência na lecionação dos níveis acima mencionados ou então na formação de professores do 1.º e/ou 2.º ciclos do ensino básico e/ou de educadores de infância e/ou professores do ensino secundário, devendo os casos ser devidamente justificados.
    Os Candidatos licenciados, com currículo profissional e/ou académico considerado relevante e que seja reconhecido como atestando capacidade para realização deste ciclo de estudos pelo Conselho Técnico-Científico da Escola.
    Os candidatos que respeitem as condições descritas nas alíneas b) e c) do n.º 1 do artigo 17º do Decreto-Lei 107/2008:
    * Titulares de um grau académico superior estrangeiro conferido na sequência de um 1.º Ciclo de estudos organizado de acordo com os princípios do Processo de Bolonha, por um Estado aderente a este Processo;
    * Titulares de um grau académico superior estrangeiro que seja reconhecido como satisfazendo os objetivos do grau de licenciado pelo Conselho Técnico-Científico da Escola.
    Note-se que os candidatos referidos em d) têm ainda de estar habilitados profissionalmente para lecionar Português nos níveis de ensino equivalentes aos referidos em a), habilitação que seja reconhecida pelo Conselho Técnico-Científico da Escola.

    A apresentação de candidaturas é formalizada pelos seguintes documentos:
    Requerimento em boletim de candidatura próprio;
    Certificado de conclusão do 1º ciclo de estudos (licenciatura);
    Certidão com as classificações da unidades curriculares;
    Comprovativo de atribuição de equivalência(s)/reconhecimento de habilitações, em caso de habilitações estrangeiras;
    Fotocópia do Cartão de Cidadão;
    Europass Curriculum Vitae.
    Declaração com o tempo de serviço - caso aplicável.
    Certidão comprovativa de classificação profissional.
    (profissionalização em serviço) - caso aplicável.

    Esta informação não dispensa a consulta do edital de abertura de candidaturas referente à edição a que se candidata.


    Apoio a Pós-graduações e Mestrados
    Telefone: +351 243 309 180 (extensão 04200)
    Fax: +351 243 309 187/ +351 243 309 189
    Correio Electrónico: pgm@ese.ipsantarem.pt

Diplomas

  • Mestrado em Didática do Português
  • Mestrado em Didática do Português

Planos de Estudo