• EN
Você está em: Início > Cursos >


FORMAÇÃO CONTÍNUA E AO LONGO DA VIDA



A formação contínua de professores e a formação ao longo da vida de outros profissionais, tem constituído um dos domínio de ação da ESES, no âmbito das suas funções de extensão à comunidade.
Nesse sentido, a nossa proposta formativa procura, através de diferentes tipos de oferta, promover a aquisição e/ou atualização de conhecimentos de forma contínua e ao longo da vida, que contribuam para o desenvolvimento pessoal e profissional de professores, técnicos de diferentes áreas e população em geral.
Assim, para além da divulgação da nossa oferta formativa protocolada, procuramos igualmente disponibilizar ações de formação creditada (de curta e média duração), destinadas preferencialmente a professores dos ensino básico e secundário, e ações de formação ao longo da vida, destinadas a outros profissionais.
Face às novas exigências da sociedade e procurando satisfazer as necessidades de diversos profissionais nomeadamente nos domínios da educação formal e não formal, foi criada por Despacho do senhor Diretor da ESES, a "Comissão para a Formação Contínua e ao Longo da Vida" em janeiro de 2016, com a seguinte área de atuação:
a) Definir as linhas estratégicas da oferta formativa da ESES em ligação estreita com os departamentos desta escola, coordenação dos cursos, Centro de Apoio Pedagógico e as instituições que dela possam beneficiar;
b) Propor, organizar, promover e monitorizar essa oferta formativa;
c) Colocar essa formação ao serviço do desenvolvimento profissional do corpo docente da ESES, dos seus cooperantes e/ou técnicos orientadores de estágio e dos seus antigos alunos;
d) Incentivar o enquadramento desta oferta formativa na investigação e desenvolvimento praticados na ESES bem como a sua articulação com outras instituições formadoras.
- Despacho Nº 1/2016
a) Formação Acreditada (CCPFC)
  • Formação de Formadores de Matemática - um caminho para a investigação »» Mais informação
b) Formação de Curta Duração
  • AplicaTIC2016 »» Mais informação
  • Workshop para professores do Ensino Básico - "Bullying e Cyberbullying em meio escolar"
    Organizado em colaboração com o Centro de Formação da Lezíria do Tejo, com a duração de 3 horas, que decorreu na Escola Secundária Sá da Bandeira a 27 de junho de 2016.
    Resumo:
    Tem sido muito noticiado e analisado o fenómeno bullying, sua caracterização, diferentes manifestações e tipos de comportamentos, implicações biopsicossociais e perspetivas de análise.
    Mais recentemente, acompanhando a evolução tecnológica e a rápida e constante proliferação de dispositivos digitais, tem-se assistido progressivamente a novos e preocupantes manifestações de comportamentos de bullying, mediados pelos vários ecrãs desses mesmos dispositivos, um fenómeno comummente conhecido como cyberbullying.
    Com o presente workshop pretende-se caracterizar, diferenciar e comparar ambos os fenómenos, enquadrando o cyberbullying nas novas e diferentes formas de comunicação tão típicas desta nova geração de nativos digitais. Esta diferenciação parte das características da comunicação mediada pelo écran, tão diferente das formas de comunicação presenciais.
c) Formação ao Longo da Vida
d) Formação Protocolada
  • Integração curricular da Educação Artística no 1.º Ciclo do Ensino Básico (Expressão Dramática e Expressão Musical) - Nível 1
  • Objetivos:
    Em resultado das caracteristicas desta formação, especialmente do seu enquadramento num processo próximo da investigação-ação, defendemos ser pertinente formular, para a formação, objetivos que se projetam, também, nos profissionais / titulares das turmas onde os formandos intervirão. Assim, tomaremos como objetivos centrais:
    - Sensibilizar todos os profissionais envolvidos no projeto para a relevância da Educação Artística em geral, e particularmente, para as potencialidades da integração curricular das Expressões Musical e Dramática;
    - Dotar os profissionais envolvidos na formação, de conhecimentos técnicos, teóricos e práticos no domínio da Música e da Expressão Dramática;
    - Potenciar o carater formativo das situações de trabalho;
    - Promover a aprendizagem experiencial da construção curricular colaborativa, nomeadamente através da coadjuvação, contribuindo para a sua incorporação nas práticas quotidianas;
    - Promover experiências de (e conhecimento sobre) supervisão e regulação recíprocas, enquanto formas de desenvolvimento profissional;
    Formadoras:
    Ana Margarida Togtema
    Célia Barroca
    Gracinda Hamido Santarém

    Destinatários: Professores do 1.º Ciclo do Ensino Básico
    Registo de acreditação: CCPFC/ACC-86686/16
    Duração: N.º Total de horas 150h, N.º de créditos 6

  • Empreender Jovem (creditado pelo CFC de Braga)
  • Sinopse:
    A presente ação surge no seguimento da implementação do Projeto EmpCriança, projeto esse promovido no contexto do Plano de Educação para o Empreendedorismo (projeto nacional de promoção do empreendedorismo ME/DGIDC) em alguns agrupamentos de escolas do Distrito de Santarém, e acompanhado da formação dos professores envolvidos (CCPFC/ACC-73433/13).
    No contexto daquele projeto foram produzidos diversos materiais pedagógicos (powerpoint, banda desenhada, vídeo, jogo, caderno do professor) com o objetivo de desenvolver, junto das crianças, valores e atitudes empreendedoras, numa lógica de articulação com os conteúdos e competências curriculares a desenvolver num 4º ano de escolaridade.
    A ação de formação agora proposta destina-se a dotar os docentes do 2.º e 3.º Ciclos com um enquadramento teórico básico do tema e estratégias de abordagem e apoio aos alunos no desenvolvimento dos seus próprios projetos de empreendedorismo, inspirando-se nos materiais produzidos em EmpCriança e no conhecimento entretanto já desenvolvido pela equipa concetora dos mesmos e pela equipa de formação. A ação visa tornar um conjunto de docentes capazes de utilizar essa conceptualização para promover, de acordo com os objetivos do referido Plano de Educação para o Empreendedorismo, a educação para o empreendedorismo, o conhecimento e a inovação, criando ambientes motivadores, gratificantes e exigentes que, em contextos formais, promovam melhores aprendizagens nos alunos que se encontrem a frequentar os 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico.

    Formadoras: Sónia Seixas; Mª Leonor Santos e Ana Margarida Silva
    Destinatários: Professores dos 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico
    Modalidade: Oficina de Formação
    Registo de acreditação: CCPFC/ACC-79788/14
    Duração: N.º Total de horas 30h (15h presenciais conjuntas e 15h de trabalho autónomo), N.º de créditos 1,2
  • EmpreCriança (creditado pelo CFC de Braga)
  • Designação: Promover o Espirito Empreendedor desde o início do Ensino Básico (EMPCRIANÇA)

    Sinopse:
    A presente ação surge no seguimento da implementação do Projeto EmpCriança, projeto esse promovido no contexto do Plano de Educação para o Empreendedorismo - projeto nacional de promoção do empreendedorismo ME/DGIDC - em algumas escolas do Distrito de Santarém.
    No contexto deste projeto foram produzidos diversos materiais pedagógicos (powerpoint, banda desenhada, vídeo, jogo, caderno do professor) com o objetivo de desenvolver junto das crianças, valores e atitudes empreendedoras, numa lógica de articulação com os conteúdos e competências curriculares a desenvolver num 4º ano de escolaridade.
    A ação de formação agora proposta destina-se a dotar os/as docentes com um enquadramento teórico básico do tema e estratégias de abordagem e exploração dos referidos materiais. A ação visa tornar um conjunto de docentes capazes de utilizar essa conceptualização para promover, de acordo com os objectivos do referido Plano de Educação para o Empreendedorismo, a educação para o empreendedorismo, o conhecimento e a inovação desde os primeiros anos da escolaridade obrigatória, criando ambientes motivadores, gratificantes e exigentes que, em contextos formais, promovam melhores aprendizagens nas crianças a frequentar o 1.º Ciclo.

    Formadoras: Sónia Seixas e Mª Leonor Santos
    Destinatários: Professores do 1º Ciclo do Ensino Básico
    Modalidade: Oficina de Formação
    Registo de acreditação: CCPFC/ACC-73433/13
    Duração: N.º Total de horas 30h (15h presenciais conjuntas e 15h de trabalho autónomo), N.º de créditos 1,2
  • Sensibilizar para o desperdício alimentar
  • Sinopse:
    A presente ação de formação surge no âmbito das ações a desenvolver no seguimento do documento ¿Prevenir Desperdício Alimentar - um compromisso de todos!, elaborado pelo Governo com o contributo de várias organizações, na sequência do repto lançado pelo Parlamento Europeu ao determinar o ano de 2014 como o ¿Ano Europeu contra o Desperdício Alimentar¿. Perante este contexto, é consensual que o desperdício alimentar deva ser combatido (Governo de Portugal, 2014), a diversos níveis, por diversos intervenientes. Deste modo, cabe às escolas e às instituições de ensino superior, enquanto entidades formadoras, tomar este desafio no sentido de contribuir na formação de cidadãos (consumidores) mais críticos com competências e capacidades de prevenção e redução do desperdício alimentar. De facto, como referem Baptista, Campos, Pires e Vaz (2012) ¿o investimento no conhecimento deste tema é a primeira condição para uma estratégia eficaz de combate ao desperdício alimentar¿ (p. 57).
    Para que bons hábitos de consumo sejam adotados na vida das crianças e que elas próprias possam passar a mensagem nos seus agregados familiares, é fundamental chegar primeiro aos seus professores trabalhando com eles valores e saberes relativos ao desperdício alimentar, reforçando a ideia de que educar é prevenir. Perante estes desafios que se colocam à educação, esta ação constituiu-se como um meio importante para formar professores do 1.º e 2.º CEB, de modo a sensibilizá-los, motivá-los e, por sua vez, auxiliá-los a integrar na sua prática letiva a sensibilização dos seus alunos para a prevenção e redução do desperdício alimentar. Deste modo, pretende-se que a formação dos alunos contemple a ideia de que todo o cidadão deve ter presente que pode fazer escolhas, e se estas forem as adequadas conduzirão a um consumo e uma produção sustentáveis, evidenciados por uma redução do desperdício alimentar, logo, a um mundo melhor para todos (FAO, 2013).

    Formadoras: Marta Uva; Marisa Correia e Elisabete Linhares
    Destinatários: Professores dos 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico
    Modalidade: Oficina de Formação
    Registo de acreditação: CCPFC/ACC-82944/15
    Duração: N.º Total de horas 30h (15h presenciais conjuntas e 15h de trabalho autónomo), N.º de créditos 1,2
  • A relação da gramática com a escrita e o contributo do conhecimento terminológico
  • Sinopse:
    A implementação das Metas Curriculares de Português para o Ensino Básico (2012), em articulação com o Programa de Português para o Ensino Básico (2009), no qual constam remissões para o Dicionário Terminológico (2008) requer uma atualização científica, didática e pedagógica, tendo em vista o sucesso educativo dos alunos. Tendo em conta a análise dos Relatórios relativos aos resultados nacionais dos alunos, as maiores necessidades focalizam-se a nível da escrita, sobretudo por lacunas do domínio gramatical.
    Assim, a presente ação de formação, na modalidade de